Home

duooooo
O meme acima foi postado na página da Duo, uma famosa festa LGBT no Rio de Janeiro, por uma das produtoras do evento (a produtora é heterossexual).

A ideia é a seguinte: um homem coloca num aplicativo de encontros a foto da esquerda, de terno e gravata e masculino, mas quando alguém vai encontrá-lo dá de cara com a segunda foto, em que ele aparece afeminado.

Aos que acham esse meme engraçado, recomendo o documentário “O riso dos outros”, em que é explicado como funciona esse “humor” que tem como alvo grupos historicamente menosprezados, diminuídos e perseguidos.

Você ri desse meme porque acredita que quem encontrou esse sujeito no aplicativo se deu mal, esperava um macho heteronormativo e encontrou uma bichinha afeminada. Trata-se de um “humor” clássico, e você ri como ri de alguém que pisa na casca de banana na rua. Você ri por nao querer estar no lugar daquela pessoa e se sente aliviado por não ser você que foi encontrar o machão da foto e deu de cara com alguém afeminado.

Mas sim, isso é preconceito, reforça preconceitos, não é óbvio? O que fica implícito é que o machão heternormativo é um ser melhor e preferível ao afeminado e não há como fazer a mesma piada ao contrário. Podem até tentar, mas o resultado seria completamente diferente, pois a heteronormatividade ainda é o padrão.

Já nao podem fazer piadas com negros apenas por serem negros sem responder um processo judicial, assim como também já pega mal fazer contra homossexuais apenas por serem homossexuais. Mas se forem afeminados parece que pode, até numa comunidade LGBT. Ainda assim é um “humor” idiota, preconceituoso, rasteiro e fácil, nível Danilo Gentili.

Pelo visto a foto não vai ser apagada pois a produtora viu as minhas reclamações e simplesmente me excluiu do seu facebook e me bloqueou da página da festa. Pior, até o momento quase duzentas pessoas haviam curtido a publicação. Gente que está numa página de uma festa LGBT e reproduz heteronormatividade.

Que numa longa escala de causalidades, contribui para que o Brasil seja recordista de assassinatos de LGBT.

Que contribui para que o garotinho afeminado sofra bullyng no colégio, ou que já adulto apanhe na rua pra “aprender a ser macho”, aprender a ser como o sujeito da primeira foto.

E se for como o da segunda, que se esconda, enquanto rimos da cara dele.

Anúncios

2 thoughts on “Uma festa LGBT e heteronormativa

  1. Só que o oposto acontece sim, o próprio afeminado, quando vai encontrar um cara e ele tbm é, fica puto. E não é por ser ou não afeminado, é pela mentira. A pessoa posta uma foto de uma coisa que ela não é, e quando a outra não gosta é preconceito?! Não entendo isso. O povo q devia aprender a se representar da forma verdadeira e não ficar usando de artifícios (roupas, photoshop, etc) pra parecer ser o que não é.

  2. Quanta bobagem, Marlon! No fim das contas, você só está julgando, percebe? Como assim quem posta uma foto como a da esquerda está necessariamente mentindo? É a mesma pessoa nas duas fotos, independente se ela está de gravata ou de sutiã. O risco de uma pessoa não ser aquilo que você imaginava no app é grande, todos nós sabemos disso. Dizer que a culpa é da pessoa por não ter “falado a verdade” é ignorância. Esse discurso de que “as pessoas deveriam aprender a se representar de forma verdadeira (??????) e não ficar parecendo ser o que não é” é tão equivocado quanto primitivo. Em geral, o discurso do afeminado/discreto sempre nos leva a um só objetivo: que paremos um pouco pra refletir e talvez perceber que somos sim um pouco preconceituosos. É tão difícil admitir isso que é mais cômodo dizer que os outros estão exagerando e que agora tudo é preconceito.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s