Home

fdfds

O Globo publicou hoje que os funcionários terceirizados da UFRJ entraram em greve, o que nem de longe é verdade.

Muitos deles estão é sem vale-transporte para ir trabalhar, e ainda assim temem serem descontados no salário por faltar nessas circunstâncias, como foram descontados mês passado.

Estão também sem vale-alimentação e sem salário, e os que tem algum dinheiro guardado, gastam no ônibus e no trem para ir até a UFRJ buscar cestas básicas, que alunos, professores e funcionários oferecem, e assim suas famílias não passam fome.

Greve é algo que nunca foi cogitado por muitos deles, que não fazem parte de nenhum sindicato.  Não estão nesse momento em luta por melhores salários ou condições e se não vão trabalhar é porque mesmo o mínimo lhes foi negado.

Mas o caso se torna um espetáculo midiático, cuja apuração dos fatos nem sempre é em busca da verdade,  ao envolver duas questões polêmicas do momento: os cortes do governo na Educação e a PEC das terceirizações.

É um prato cheio para acusações de todos os lados, talvez por realmente serem muitos os culpados.

A UFRJ acusa algumas empresas terceirizadas de não cumprir com o contrato, que prevê atrasos no pagamento, como em função de atrasos para aprovar orçamentos. Paga então três meses adiantados, como seguro. Dinheiro que as empresas não podem utilizar para outros fins, além de cumprir com suas obrigações trabalhistas.

“Mesmo diante das atuais adversidades, a UFRJ tem conseguido manter seus compromissos com as empresas responsáveis por esses serviços nos limites do seu direito, assegurado contratualmente, quitando, em até 90 dias, as dívidas com as empresas”, afirmou em nota a reitoria.

O governo confirma o repasse também dentro dos limites do contrato, e as empresas até o momento não desmentiram nenhum dos dois.

Para o analfabeto político de direita e liberal, porém, a culpa maior não pode ser da empresa, deve ser do governo, da universidade pública ou dos grevistas, e não há por que esclarecer o analfabeto político quanto a isso.

A velha história de jogar ainda mais sombra, onde já falta a luz.

A manchete é então que as aulas na UFRJ serão outra vez suspensas por causa de greve.

Dessa vez, porém, não há como levar os pitbulls contra os grevistas, já que eles moram afastados e estão em casa, sem dinheiro nem para pegar o ônibus.

Anúncios

One thought on “O caos na UFRJ e as terceirizações

  1. You should know the layers of foundations depend upon the ground’s
    condition along with the form of soils. In order to leave room for that seats,
    they often sit around third and first base. Before You Hire a
    Builder It’s Important For You.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s