Home

1fev2015---o-deputado-eduardo-cunha-pmdb-rj-um-dos-quatro-candidatos-a-presidencia-da-camara-acena-durante-a-posse-dos-513-deputados-federais-neste-domingo-em-brasilia-1422814148340_615x300

Se o Congresso é o retrato de uma sociedade, olhamos para o nosso como Dorian Gray ao seu retrato: com repulsa, vergonha e incrédulos diante de tamanha atrocidade.

Como nos transformamos nisso?

Parecíamos tão promissores ao descer das árvores e desenvolver polegares articulados.

Mas a Teoria da Evolução ainda é uma polêmica em muitos círculos, que elegem representantes a defender a implantação paralela do ensino do Criacionismo nas escolas.

Não em uma ditadura gayzista bolivariana,  em que não há escolha ou liberdade, e não é possível sequer expressar o desprezo contra homossexuais.

Ziraldo foi massacrado apenas porque teria dito o que muitos ainda pensam.

Ainda pensam?

Ou a falta de uso estimulada pela TV, pela igreja, ou pelo governador Beto Richa – que acredita que é melhor ter policiais que não estudem, pois quem estuda tende a ser insubordinado (http://jornalggn.com.br/noticia/beto-richa-diz-a-radio-que-prefere-policiais-sem-curso-superior) – atrofiou essa capacidade, e já são completamente incapazes de qualquer reflexão?

Muitos já não parecem também ouvir, estejam ou não batendo panelas, e ao menor sinal do inimigo bolivariano, voltam a repetir as mesmas palavras de ordem de 1964 ou a babar como um cão hidrófobo.

Se em geral ainda caminham como bípedes,  há relatos de que foram vistos recentemente com as quatro patas a galopar de São Paulo a Brasilia. Outros a bater os cascos em mulheres.

Gente que se orgulha de saber o mínimo suficiente para não ser considerado completamente idiota.

Que acredita estar “uns 60% politizado”, como argumenta o personagem de uma das obras de surrealismo filmadas em protestos da direita.

Gente que diante das diversas possibilidades de críticas ou de atuação política, da magnitude dos desafios, das frentes de batalha, reúne-se para gritar “Fora Dilma!”,  incitados por movimentos que sobrevivem do comércio de ideologias baratas.

A ideologia barata simplifica a realidade para ela se tornar facilmente compreensível, com inimigos e super-heróis facilmente identificáveis.

Quem vende ideologia barata e cornetas como solução e não é um herói, porém,  precisa na verdade que a ideologia nunca se realize.

Dilma fora e o líder do MBL Kim Kataguiri voltaria a ser apenas um adolescente esquisito, Marcello Reis, do Revoltados On Line, um pitboy de meia-idade e Deborah “Miami” Albuquerque, ex-alguma coisa, modelo, atriz e apresentadora desempregada.

Mas são eles  talvez os maiores símbolos do mínimo que você precisa saber para não ser completamente idiota, já que esses últimos seriam os que os tem como heróis ou exemplos de sabedoria política.

Que arranham a consciência um estágio logo acima do mineral, e elegeram muitos representantes, demasiados representantes.

Curá-los, como o couro cura ao sol, é o objetivo da Educação, mas Kim e sua turminha do barulho das panelas abandonaram as salas de aula parar curar entre o pasto e o acostamento.

Levarão de São Paulo até Brasília, um retrato para o Congresso.  O nosso retrato de Dorian Gray.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s