Home

aeeex

Durante a minha infância e adolescência em Laguna, eu costumava ver o PSDB como uma esquerda com bilbiografia.

FHC era o meu herói, o cientista social pós-graduado na França, o homem que inventou o real, casado com uma intelectual respeitada, amigo íntimo do Bill Clinton…

O que que o Lula que nem sabia falar português direito, imagina inglês, ia fazer na presidência ou num show do Ed Motta?

Comemorei então as duas vitórias de FHC, mas na verdade, no momento, estava mais preocupado com as espinhas da adolescência e os torneios esportivos do que com a Política.

Mas o fato é que o PSDB nunca foi isso que esteve esse domingo nas ruas.

Foi um protesto majoritariamente de uma direita bem definida, da qual o PSDB se esquiva, mas flerta à distância.

Uma direita radical, que pretende ir à raiz dos problemas, porém só é capaz de enxergar um único problema: o PT continuar no poder.

Até agora foi esse o lema principal dos protestos green and yellow, que se esgotaram na forma nesse domingo.

Não há como convocar uma nova manifestação semelhante quando a última foi metade da penúltima.

É um tiro na cabeça, como gosta de dizer Kim Kataguiri, um dos líderes desses protestos, que tem hoje a idade que eu tinha quando admirava o FHC.

Mas ele afirma saber mais do que o professor e por isso abandonou o curso de Economia da Universidade Federal do ABC logo no início.

“Meça suas virgindades, parça”, talvez lhe dissesse MC Brinquedo.

Agora Kim, ao invés de estudar, talvez marche a Brasília, junto com outros líderes de movimentos que precisam dessses movimentos para manter a relevância ou o aluguel em dia.

Parece que agora eles querem um diálogo democrático. Ou talvez esperem serem recebidos pela presidente com seus cartazes pró-impeachment/renúncia/intervenção militar/Dilma saco de merda/ Lula chefe da quadrilha.

O mais provável é que não saibam o que fazer, que falte bibliografia, ou estejam atravessando com muita dificuldade uma das fases do luto pela vitória do PT.

Afinal, foi por tão pouco.

Bastava que alguns milhões e meio de pessoas a mais tivessem votado no Aécio ou em qualquer outro que chegasse ao segundo turno e não fosse comunista.

A sanha da mídia hereditária os aconselha então a seguir em frente, ao menos no foco, e que não esqueçam que o PT é o grande inimigo.

Só precisam convencer finalmente os pobres a participarem das manifestações. Convencê-los de que basta o impeachment/renúncia/intervenção militar para que os seus problemas se resolvam, a corrupção desapareça e todos sejam felizes. Mas agora é hora de exercer a democracia, de marchar da Av. Paulista até Brasília e gritar “Fora Dilma!”.

Aécio não foi aos protestos porque tem vergonha de muitos que votaram nele e lá estavam.

O PSDB nunca foi isso ou eu fui enganado por muitos anos.

Anúncios

One thought on “Aécio não vai aos protestos porque tem vergonha dos seus eleitores

  1. Estou estranhando, porque a gente não fica sabendo quem escreveu o artigo acima. Mas, ao imaginar que o PSDB não tem nada a ver com a direita, o articulista (?) mostra que continua o ingênuo adolescente que era. Já adulta, quando o PSDB apareceu, posso dizer que tal partido sempre foi “isso que esteve esse domingo nas ruas”, só tirou as penas coloridas e escondeu o bico. O mais risível é o sonho de que Aécio Neves tem vergonha de seus pares, que são insistentemente incentivados a irem para as ruas por ele. O ex-candidato não tem sequer ideologia, o que ele quer é se dar bem, usando de qualquer mecanismo. Ele não vai para as ruas, porque playboyzinho tem mais o que fazer – ou “o que não fazer” -, haja vista aquele marzão do Leblon.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s