Home

10310546_622861131129609_4896256344865418921_n

Inês Brasil é uma ex-prostituta, preta e favelada, que bomba na internet desde que gravou um vídeo para entrar no BBB, há cinco anos.

Não foi escolhida, mas hoje é mais famosa do que muitos ex-participantes. Frequenta programas como o de Luciana Gimenez ou Danilo Gentili, é cantora de funk, e na terça-feira de carnaval, no fim de uma apresentação, foi agredida por seu assessor Thiago Araújo.

Segunda ela, porque queria tirar a roupa e dar amor ao seu público.

O vídeo em que Thiago aparece arrastando Inês pelos cabelos escada acima viralizou e o assessor passou a ser ameaçado até de morte.

Inês gravou então um vídeo maravilhoso (https://www.facebook.com/video.php?v=319130644950549), em que com pouquíssimos centímetros de roupa, muito amor e erros de Português, prega a palavra de Jesus, como poucos pastores e padres seriam capazes.

É de uma espontaneidade brilhante, que refletida nas circunstâncias – sociológicas, filosóficas, espirituais ou dogmáticas, que propiciam o surgimento de uma Inês Brasil – deixa pouco espaço para dúvidas : Inés é uma profeta. Talvez do apocalipse.

Da ruína de um mundo dominado por uma moralidade ridícula e hipócrita, da qual nos libertamos, em parte, apenas no carnaval.

Em que homens podem vestir microssaias e mulheres mostrarem os seios, em que as identidades sólidas ficam livres para sambar sobre as fronteiras, como faz Inês Brasil, e por isso é sucesso também em Portugal.

Inês é uma caricatura do que seria o oposto da lady, identidade tão cultuada pelas realezas ridículas da Europa, ridicularizadas pelo nosso carnaval ou pela nossa miséria.

Inês nunca pode aprender etiqueta com Glórinha Khalil, por ter nascido e crescido à margem da high society, e por isso é tão divertida.

Divertida e trágica, heróica, sobrevivente.

Viveu anos na Alemanha, traficada como mercadoria sexual. Voltou para a Vila Kennedy e ganhou uma casa do ex-marido francês, com quem foi casada por 10 anos.

Hoje tem 44, e estranho seria se não perdoasse seu agressor, e mais, que não o defendesse do linchamento público, numa época em que justiceiros ainda estão em moda.

Inês escandaliza por ser uma mulher religiosa de verdade, ao mesmo tempo que rebola nua até o chão, fala e canta putaria em boates gays. Por ser uma diva trash de tempos sombrios, porém, menos sombrios do que já foram, ou ela jamais poderia existir.

Sua profecia é de um amor livre que nasce nos lugares mais inesperados, mais absurdos e marginais, para revelar a face mais sórdida da exclusão.

É o mundo que precisa se adaptar a ela, e não o contrário.

Anúncios

6 thoughts on “Inês Brasil, uma profeta contra a hipocrisia nossa de cada dia

  1. Eu devo estar louca mesmo… Se isso faz dessa mulher um exemplo, que preferiu cantar funk pelada é melhor exemplo a ser seguido do que outras, que são igualmente negras e faveladas, mas que nunca se expuseram ao ridículo com micro roupas, que trabalharam horas pra colocar comida em casa, no lugar de dar o rabo, alegando que só fez isso pra sustentar a filha, então desisto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s